Arquivos
Ver arquivos anteriores

Categorias
Todas as mensagens
 Evento

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




zekatraca
 

Evento



Noel Rosa nas Caixas D´água

http://

Data: 02.04.2007 - Hora: 22:20

Local: PVH

Noel Rosa nas Caixas D´água Com Gioconda & Sandro Bacellar A noite de sábado passado, foi especial para quem se deslocou até a Praça das Caixas D´água, local escolhido pelos músicos/cantores, Gioconda & Sandro Bacellar para mostrar o trabalho registrado no CD “Pirarublue Canta Noel”, uma homenagem aos 70 anos da morte do poeta da Vila, Noel Rosa. Sandro e Gioconda, são dois rondonienses de Porto Velho que há sete anos, resolveram investir na carreira artística e então partiram para São Paulo onde se estabeleceram de mala cuia e musicalidade na paradisíaca Campos de Jordão. “A História do Noel Rosa começou, quando fomos convidados por um empresário da noite, a participar de um projeto onde cada artista assumia o compromisso de se apresentar cantando ou interpretando as músicas de um grande compositor, muitos cantores da noite foram selecionados e o proprietário da “Casa”, realizou um sorteio para ver quem interpretaria quem, e nós fomos escolhidos para apresentar as músicas do Noel Rosa”, conta Sandro Bacellar. Essa felicidade, tanto para a dupla como para nós simples mortais, aconteceu a três anos numa Casa Noturna da Vila Madalena em São Paulo. Entre tantos talentos e compositores famosos apresentados, o trabalho da dupla portovelhense se destacou tanto, que, o que era para ser uma vez, passou a ser apresentado duas vezes por mês e ainda gerou o CD “Pirarublue Canta Noel”. Para a felicidade de quem mora em Porto Velho, os artistas vieram visitar parentes e aproveitando a estadia, resolveram mostrar para os conterrâneos, as Músicas do CD. Graças à prefeitura de Porto Velho através da Fundação Iaripuna que tem a frente o Julio Yriarte, podemos apreciar um show muito bem produzido, sábado passado na Praça das Caixas D´água. Logo no inicio, uma brisa (para nós caboclos da Amazônia é chuvisco), achou de cair dando a impressão que o show não iria prosseguir, mas realmente foi apenas “chuvisco” e a dupla pode mostrar acompanhada pelos músicos, Lopes (bateria); Bado (violão), Paulo Humberto (Flauta); Aldizio (cavaquinho) e Carlos Guery (teclado), um trabalho de primeira linha como há muito não se apreciava na capital rondoniense. A praça, de repente foi ficando cheia de populares e a cada música os aplausos ecoavam pelo bairro Caiari. O importante, foi que os cantores não subiram ao palco, apenas para cantar as músicas, eles contaram fatos que envolveram a vida (agitada) de Noel Rosa. De Feitiço da Vila a Pastorinhas a viagem passou por clássicos como Conversa de Botequim; Fita Amarela; Com que Roupa, Último Desejo; com destaque para o arranjo do clássico “Feitio de Oração”. A dupla que chegou a Porto Velho no dia 28 de fevereiro aniversário do Sandro, festeja hoje dia 3, o aniversário da Gioconda e amanhã se apresenta na região dos Lagos no Rio de Janeiro. O CD Pirarublue Canta Noel, pode ser adquirido nas lojas de disco de Porto Velho,



Escrito por zekatraca às 23h20
[] [envie esta mensagem
]





História de Porto Velho contada pelo Emmanuel

http://

Data: 02.04.2007 - Hora: 21:17

Local: PVH

História de Porto Velho contada pelo Emmanuel Sexta feira passada, a Casa de Cultura Ivan Marrocos recebeu grande público durante o lançamento do livro “Porto Velho – A cidade erguida nos trilhos da esperança”, escrito pelo professor Emmanuel Gomes e ilustrado pelo artista plástico Joeser Alvarez. A publicação é parte do Projeto da Cortez Editora, que convidou historiadores para contar a história da capital de seus estados. A história de Porto Velho é a nona a ser lançada. Com um texto muito bem elaborado e de fácil compresnsão por parte do público alvo (infanto/juvenil), o livro de Emmanuel encanta os adultos pela riqueza de informações sobre a história da cidade que nasceu, graças à construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Escrito na primeira pessoa, nos passa a intimidade da cidade, contada por ela mesma. “Eu nasci na beira do Rio Madeira, ao redor de uma ferrovia construída no meio da floresta amazônica”. A festa contou com apresentações artísticas com show de cantores e dança do ventre. O evento foi prestigiado pelo Editor Amir Piedade da Cortez Editora e teve como produtores, os proprietários da Loja do Livro. Porto Velho, na página final conta: “Hoje sou a capital do Norte do Brasil que mais se desenvolve, tenho mais de 450 mil habitantes, um porto de muitos sonhos, aventuras e esperanças, pessoas acolhedoras e paisagens lindas: o pôr-do-sol nos mirantes, a Madeira Mamoré, a Praça das Caixas D´água, o rio Madeira. Fico feliz com a minha trajetória, pois fui forjada na luta de gente de todos os lugares do Brasil e do mundo, lutadores que vencem problemas terríveis. Hoje sou Porto Velho, o mais belo porto da Amazônia”.



Escrito por zekatraca às 23h18
[] [envie esta mensagem
]





Zekatraca-

http://zekatraca.zip.net

Data: 05/08/2006 - Hora: 5:12

Local: Blog

DUELO DA FRONTEIRA Festa da toada do Bumbá Flor do Campo é hoje O Bumbá Flor do Campo faz festa de lançamento de toadas no Clube Mucural O Boi-Bumbá Flor do Campo de Guajará-Mirim promove na noite de hoje, festa de lançamento das toadas que estarão sendo apresentadas durante o 12º Festival Folclórico de Guajará-Mirim que acontece entre os dias 11 e 13 deste mês. Com o tema “25 Anos de Cultura, Lendas e Rituais”, o Flor do Campo, pretende colocar na arena do clube da PM aproximadamente 350 brincantes entre Marujada e personagens como Levantador de Toadas, Cunhã Poranga, Sinhazinha da Fazenda, Amo, Tripa, Pai Francisco e Catirina, Rainha do Folclore e Rainha da Marujada e Pajé. Criado em 1981 pela professora Georgina Ramos da Costa em uma das salas de aula da Escola Estadual Almirante Tamandaré, hoje chamada de Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Almirante Tamandaré, o Boi Flor do Campo foi primeiramente confeccionado com material de sucata, carcaça, cipós, pano, cola, papelão, jornal, cordão, agulhas, etc. Dona Georgina contou ainda com a ajuda, em especial, do professor Ermelo Mito, de dona Maria de Nazaré, da titia Lulu e da professora Valdecy Santos Paes sem esquecer seu Mário que é o seu esposo. Na época o Boi era malhado de branco e preto e tinha o apelido de “Famosinho”. O nome Flor do Campo veio do Pará, Estado natal de sua criadora, que é natural de Itaituba, sendo, hoje, as cores oficiais: o vermelho e o branco. A festa de hoje acontece no Mucural, clube dos Sargentos da 6ª Brigada. O ingresso custa apenas 5 reais. Nação Corre Campo no Arraial de São Tiago O Boi-Bumbá Nação Corre Campo, campeão da 25ª Mostra de Quadrilhas e Bois-Bumbás do Arraial Flor do Maracujá é a grande atração de hoje a noite, na 12ª Mostra de Folclore e Cultura Popular do Arraial de São Tiago. De acordo com a presidente da Nação Corre Campo, Maria José Brandão, a dona Branca, em conversa com nossa reportagem disse que o Bumbá deve se apresentar com duas de suas melhores tribos, além dos personagens como Cunhã Poranga, Sinhazinha da Fazenda, Rainha do Folclore e os Mascarados e o Bicho Folharal. “Infelizmente não dá para levar as alegorias que apresentamos no Flor do Maracujá”. Além do Corre Campo, a coordenação do evento coloca na quadra os grupos da 3ª Idade do Sesc; Dança de Vaneirão; Dança Infantil Ciranda do Amor; Dança de Forró; Dança Mistura de Ritimu’s; Dança gaúcha com o CTG Ronda Crioula. No final da noite o show é com a Banda Gatinha Dengosa. Amanhã, domingo a programação conta com apresentações dos grupos, Coreografia de Dança Cigana; Quadrilha Os Matutos da Sagrada; Dança de reggae; Raça Jamaicana; Dança de toada de Boi “Recanto da Mata”; Dança de Carimbó “Pérolas do Pará”. O show é com a Banda Paraíso. A Igreja de São Tiago fica na rua Amador dos Reis bairro JK-I na Zona Leste de Porto Velho. Lenha na Fogueira Antes mesmo de fazer qualquer comentário sobe os eventos culturais desse final de semana. ******* Passamos a atender, solicitação dos grupos folclóricos que se apresentaram no Arraial Flor do Candeias. ****** Acontece que a prefeitura de Candeias do Jamari acertou com os dirigentes dos grupos que aceitaram participar da festa. ****** Que cada grupo receberia em torno de 500 reais como ajuda de custo. ****** O Arraial Flor do Candeias aconteceu entre os dias 29 de junho e 2 de julho. ****** Isso quer dizer que já se passaram mais de um mês do término da festa. ****** E até ontem à tarde, a prefeitura de Candeias do Jamari ainda não havia repassado nenhum tostão aos grupos. ****** Tem dirigentes de grupo de Quadrilha que está “urrando”, já que estão devendo os músicos da Banda. ****** Ai Pernambuco, vamos sanar a dívida com os grupos folclóricos. ****** Bom! ****** O Arraiá do Areá terminou domingo passado e premiou como campeã a Quadrilha Rosa de Ouro. ****** Adivinha quem ficou com o terceiro lugar. ****** Foi ela mesma, a Rosa Divina. ****** Adivinha quem ficou com o segundo lugar? ****** Foi ela, Rádio Farol. ****** Inclusive, a turma tá chamando grupo do Severino de Vasco da Gama ****** Só ganha o VICE ****** A JUABP dessa vez ficou em 4º Lugar. ****** Por falar em JUABP sua direção chorou, chorou e conseguiu com o secretário Antônio Ocampo ****** Sua participação no Festival Folclórico de Guajará-Mirim. ****** A JUABP vai se apresentar no dia 12, Sábado, juntamente com a Rosa Divina na Quadra da PM, em Guajará ****** Enquanto isso, o Severino só faltou se ajoelhar perante a Tereza Chama, Diretora de Cultura da Prefeitura de Guajará Mirim, durante a Oficina do Sistema Nacional de Cultura que aconteceu até ontem no Aquarius Selva Hotel. ****** Pedindo para ela (Tereza) arranjar uma brecha para sua querida Quadrilha se apresentar durante o Festival. ****** Eu aqui, sugeri ao Severino que solicitasse a apresentação da quadrilha vice-Campeã do Flor do Maracujá e do Arraial da AFA. ****** Domingo dia 13, no intervalo entre a contagem dos votos dos jurados e a divulgação do resultado, que vai proclamar o vencedor do Festival. ****** Acho que é a única brecha! ****** A programação do Festival Folclórico de Guajará-Mirim que já está impressa consta... ****** Sexta-feira, dia 11, apresentação de Grupos Bolivianos e Apresentação do Boi Flor do Campo. ****** Sábado, dia 12, apresentação de 2 grupos de Quadrilhas de Porto Velho (Rosa Divina e JUABP) e apresentação do Bumbá Malhadinho. ******* Domingo, dia 13, apresentação dos Bois Malhadinho e Flor do Campo e divulgação do resultado dos votos dos jurados. ****** Os jurados do Festival de Guajará-Mirim virão de Manaus. ***** Aí é que entra a Quadrilha Rádio Farol. ******* A contagem das notas dos quesitos demora mais de uma hora. ****** E nesse intervalo nada acontece na quadra. ****** Seria ótimo se a Coordenação do Festival colocasse a Rádio farol para se apresentar. ****** Afinal de contas a Rádio Farol proporciona um grande espetáculo. ***** Vejam isso aí, Chicão da Maporé e Ricardinho da Funcetur. ****** Por falar nisso. ****** Hoje o Flor do Campo apresenta suas toadas no Clube dos Sargentos que é conhecido como Mucural. ****** Aliás, a dona Georgina, presidente do Flor do Campo, não soube informar ou não quis informar a Banda que vai animar a festa. ****** A presidente do Boi Vermelho tá meia invocada com o Zekatraca. ****** E daqui a gente apenas imita a Luka, Tô nem aí; Tô nem aí! ****** Diz ela que esse negócio de Banda é com a Solange. ****** Será que ela tá querendo imitar aquele outro presidente que diz que não sabe de nada? ******* De qualquer maneira, vamos para o Mucural prestigiar a festa do vermelho de Guajará Mirim na noite de hoje. ******* O prefeito Dedé de Melo e o Chicão da Maporé devem marcar presença na festa do Boi do Tamandaré



Escrito por zekatraca às 06h13
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]